A sua água

Poços sempre estiveram presentes nas casas, desde o período feudal até o início das grandes civilizações. O sucesso deve-se ao fato de que o armazenador de água pode ser utilizado por várias pessoas. Os poços do tipo artesiano, que desloca a água diretamente do solo, até hoje é um bom investimento para quem não quer depender das grandes empresas de abastecimento, além de ter um custo mínimo.

O poço artesiano, como já vimos, é muito semelhante com um poço normal, com a diferença de que as suas águas fluem naturalmente do solo, sem ser necessário um bombeamento. O objetivo de se criar um poço artesiano, é detectar e captar água em grandes profundidades subterrâneas.

Thumb po o artesianoPara realizar a perfuração de um poço, o mais indicado é contratar empresas especializadas neste tipo de serviço. Após a perfuração, também é necessário manter a conservação destes, para garantir sua vida útil e também a qualidade da água.

A manutenção é periódica, nunca deixando-o sem verificação por um período de tempo muito longo. A limpeza do local também é fundamental, pois há sempre o risco de acumulação de materiais sólidos em seu fundo com o decorrer do tempo.

Existem inúmeros relatos diferentes que explicam de onde surgiu esta técnica. As mais populares são as que relatam que os primeiros poços artesianos foram perfurados na França no século XII, em uma cidade chamada Artois. Outra suposição, é de a técnica teria surgido na Grécia. O que justificaria então, a expressão “artesiano”. De qualquer forma, os poços compensam o seu uso.

Em um mundo de doenças transmitidas pela água, poluição e preservação ambiental, ter o seu próprio poço com água natural pode ser um bom investimento. 


*Créditos imagem: www.sobiologia.com.br

Banner hotsite cyborg